História

A Sociedade Columbófila de Torres Vedras nasceu em 8 de Dezembro de 1947.                     

O seu principal fundador foi António Borba, já falecido, o qual, na altura já possuía pombos-correio. António Borba começou, então, a oferecer pombos-correio aos seus amigos. Instigado por um seu familiar residente em Lisboa, que também criava pombos-correio e conjuntamente com aqueles amigos a quem tinha ofertado estas aves, resolveu fundar a Sociedade Columbófila de Torres Vedras, que teve a sua primeira sede na Rua Tenente Valadim, onde se manteve até Setembro de 1963, depois passou para a Rua Dr. Aleixo Ferreira, onde se manteve até 2004. Várias pessoas tiveram papel preponderante na continuidade da iniciativa de António Borba, tais como Alfredo Saraiva, José dos Santos, Aníbal dos Santos Gaspar, Acácio dos Santos, Valdemar Pereira, Manuel Pereira e tantos outros.

         Criada a coletividade, começaram os seus associados a entrar em competição local, embora com dificuldades, que foram muitas.                                                                   Esta coletividade já organizou ao longo da sua vida dez exposições, sendo três delas a nível nacional. Atualmente  tem a sua sede própria no Choupal, Rua da Sociedade Columbófila, edifício mágnifico, inaugurado em 08 de Dezembro de 2000 pelo Presidente da Câmara, Dr. Carlos Manuel Soares Miguel.

         Somos uma das principais Coletividades inscritas na Associação Columbófila do Distrito de Lisboa, associada na Federação Portuguesa de Columbofilia. Participamos em Campanhas Desportivas da Associação, da Federação e em Campeonatos Internos Próprios, recenseando cerca de 3.000 atletas, Pombos-Correio anualmente.  Os nossos atletas têm-se distinguido ao longo dos anos, obtendo excelentes classificações a nível Nacional e Internacional, sendo de referir um 1º lugar obtido em 2015 na categoria de Stander Olímpico apurado para integrar a Seleção Portuguesa nas Olimpíadas 2015 a realizar em Budapeste na Hungria.

 

 

GALERIA DOS CAMPEÕES

1947 - Não se executou

1948 - Não se executou

1949 - Não se executou

1950 - Não se executou

1951 - Não se executou

1952 - Não se executou

1953 - Belmiro Lima Lopes

1954 - José dos  Santos

1955 - Desconhecido

1956 - José Augusto Vieira Miranda 

1957 - Luis dos Passos 

1958 - Miranda & Costa

1959 - José dos Santos II

1960 - José dos Santos II

1961 - José dos Santos II

1962 - Luis Domingos Costa

1963 - Luis Domingos Costa

1964 - João Pedro Miranda Dias

1965 - Heitor Monteiro da Silva

1966 - João Pedro Miranda

1967 - José dos Santos

1968 - Luis Domingos Costa

1969 - Amilcar Rodrigues da Silva

1970 - José Rodrigues Barco Perdigão

1971 - Jacinto de Sousa

1972 - José Rodrigues Barco Perdigão

1973 - Ana Luisa Miranda Costa

1974 - António Bernardes dos Santos

1975 - António Manuel Rosa Agostinho

1976 - João Pedro Miranda & José Fernando

1977 - Jacinto de Sousa

1978 - Desconhecido

1979 - Sebastião & Miranda

1980 - António Manuel Rosa Agostinho

1981 - Franco & Franco

1982 - António Manuel Rosa Agostinho

1983 - José Rodrigues

1984 - Germano Eiras

1985 - Desconhecido

1986 - Os Primos

1987 - Heitor Monteiro da Silva

1988 - António Manuel Rosa Agostinho

1989 - António Manuel Rosa Agostinho

1990 - Agostinho & Santos

1991 - Agostinho & Santos

1992 - Heitor Monteiro da Silva 

1993 - Carlos Alberto Ramos

1994 - Agostinho & Santos

1995 - Zoo - Oeste

1996 - António Eusébio Roque

1997 - António Eusébio Roque

1998 - Carlos António Rodrigues Aniceto

1999 - Júlio Albuquerque

2000 - Júlio Albuquerque

2001 - Carlos António Rodrigues Aniceto

2002 - Salvador Ribeiro Ferreira

2003 - Salvador Ribeiro Ferreira

2004 - Salvador Ribeiro Ferreira

2005 - Agostinho & Santos

2006 - Pedro Manuel Santos Barardo

2007 - Pedro Manuel Santos Barardo

2008 - João Vitor Firmino

2009 - Os Rachas

2010 - Carlos António Rodrigues Aniceto

2011 - Carlos António Rodrigues Aniceto

2012 - Carlos António Rodrigues Aniceto

2013 - Carlos António Rodrigues Aniceto

2014 - Carlos António Rodrigues Aniceto

2015 - Agostinho, Santos & Saraiva