Início


 

    A.C.D.Lisboa 2023- NOVA ÉPOCA DESPORTIVA

 

  • Consulte secção "Circulares" sobre Orçamento da ACDLisboa para 2023 aprovado por unanimidade em Assembleia Geral de 30 de novembro de 2022
  • Circular Nº 001 com informação sobre ponto de situação atual dos Órgãos Sociais da ACDLisboa e toda a documentação sobre a época desportiva 2023

 

 

 

 

 

 

 

 

Faleceu Artur Martins Oliveira, um Senhor da Columbofilia Lisboeta e Nacional.

 

Nascido a 29 de outubro de 1953, faleceu esta madrugada a 3 dias de completar 69 anos de idade, e após lutar como um verdadeiro Campeão numa prova inglória que durou 17 anos a travar contra a doença do século…

O corpo de Artur Oliveira chegará à Igreja de Nossa Senhora da Saúde hoje dia 26 de outubro de 2022 pelas 17h00, a cerimonia fúnebre será amanhã dia 27 de outubro de 2022 pelas 11h00 na Igreja de Nossa Senhora da Saúde para o cemitério de Sacavém.

 

 

Iniciou a sua relação com a Columbofilia aos 9 anos de idade, e manteve-se no ativo até hoje, ininterruptamente.

Figura impar do Distrito de Lisboa e de Portugal, representa a essência da Columbofilia Lisboeta, dezenas de anos Campeão de Coletividade, 2 vezes Campeão Distrital de Fundo, representou Portugal por 4 vezes em diferentes Olimpíadas, escreveu uma história de sucesso quer ao nível Desportivo quer ao nível do Dirigismo, onde foi entre outros tantos cargos, o 1º Presidente da atual ACDLisboa.

Em Dezembro de 2017 os atuais Órgãos Sociais da ACDLisboa homenagearam Artur Oliveira com o Prémio Mérito e Carreira na Gala dos Campeões da ACDLisboa, e nomearam o Artur Oliveira para ser a personalidade distinguida pela FPC com o Prémio Mérito e Carreira na 45ª Exposição Nacional, realizada em janeiro de 2018 em Tavira, distinção essa que veio a acontecer.

 

 

                                                                                         

 

 

Em 15 de Setembro de 2022, a ACDLisboa publicou o Regulamento Distrital para a época 2023, onde criou o Campeonato “Artur Oliveira”.

O Campeonato "Artur Oliveira" é principalmente uma forma de o homenagear enquanto Pessoa, Columbófilo e Dirigente, mas também é uma forma de imortalizar o seu nome na gíria da Columbófila Lisboeta, e de colocar durante as semanas das próximas épocas desportiva, os Columbófilos Lisboetas a continuarem a falar do Senhor Artur Oliveira.

Quem nunca ouviu falar de Oliveira & Oliveira da S.C.Sacavém, das suas célebres raças de “os Submarinos”, “os Irmãos Castros”, ou dos Cracks Olímpicos “a Pescadora”, “a Salsicha”, “o Castro” e “a Joia d´Ouro”, não conheceu verdadeiramente parte importante da história da Columbofilia Portuguesa.

É com enorme prazer que contamos num pequeno resumo a história de uma vida dedicada  à columbofilia, sempre ao mais alto nível.

 

                                                                                             

 

Atualmente Artur oliveira tinha 68 anos, faria os seus 69 anos a 29 de outubro de 2022, e o seu início na Columbofilia acontece ainda em criança, residia em Sacavém, e morava num pátio, com um quintal grande, os vizinhos tinham animais e na altura o seu pai construiu-lhe uma capoeira, e nela tinha coelhos, patos, galinhas e na parte de cima alguns pombos vulgares, decorria o ano de 1963 tinha ele ainda os seus 9 anos.

O seu pai vendo a dedicação e o amor de Artur aos pombos, pediu alguns borrachos a um amigo seu columbófilo, onde vinham 2 azuis, mas entretanto mudam de casa e vão viver para outro local de Sacavém, os coelhos, os patos, as galinhas mataram-se e apenas ficaram os 2 azuis, que se alojaram em sua casa.

Mas afinal eram duas fêmeas e não havia forma de haver criação. Procuraram resolver a situação e encontrar um macho para conseguir fazer criação.

É desta forma que o bichinho da columbofilia entra no sangue de Artur Oliveira.

Quatro anos mais tarde, em 1967, já Columbófilo, chega até ao Artur um pombo negro, 707823, o “Melro”, que foi acasalado com uma azul de guia branca a 707824, números seguidos, mas não eram irmãos, formam o casal velho.

Este casal teve 4 filhas em 1969 e a partir destes 4 pombos nasce uma família ganhadora. Como voadoras eram espetaculares, e depois como reprodutoras marcaram na altura a sua columbofilia.

Uma fêmea negra, vencedora de uma anilha de prata distrital já neta do casal velho, filha de uma das fêmeas de 1969, é a progenitora de uma linhagem que tem voado no seu pombal já há várias décadas. 

A sua linhagem foi cultivada de duas maneiras, esta fêmea Negra cruzava bem com o vermelho do Vasco Oliveira das Caldas, um pombo perdido, comunicado, mas que acabou por lhe ser oferecido por ter as patas partidas, e por outro lado cruzou bem com um macho vindo de Alverca do pombal de Domingos Manuel.

Destes dois cruzamentos nascem duas gerações extraordinárias.

 

 

 

 

 

 

Em 1980 ofereceu uma vermelha ao Moita de Santa Iria, que cruzou com um Imbrecht e entretanto ofereceu-lhe outro pombo filho da Negra com o pombo do Domingos Manuel, que foi acasalado com os Belgas do Xico que o amigo Moita tinha.

Como esta entrada de pombos do Artur Oliveira em casa do Moita estava a resultar muito bem, introduz ele mesmo os pombos do Moita em sua casa.

Traz um macho em 1987 do casal base do Moita de raça Belga do Xico, que foi acasalado com uma “Submarina”, e foi logo como fogo na palha.

O Artur Oliveira antes de se reformar era bancário de profissão e numa incursão de uns estrangeiros para cambiarem dinheiro na sua sucursal do banco onde trabalhava na avenida da Republica em Lisboa, houve um problema no cambio e entregaram dinheiro a menos a um sujeito Belga, quando deram pelo erro foram ainda à rua tentar apanhar o homem, depois de alguma procura lá encontraram o grupo que andava às compras, devolveram o dinheiro ao sujeito Belga e o Artur Oliveira ainda ofereceu uma coleção de moedas como compensação, e em jeito de brincadeira disse-lhe quando se despediu:

“Quando voltar a Portugal, numa próxima oportunidade traga-me um pombo-correio que vocês na Bélgica são bons nisso.”

Artur Oliveira nunca pensou que a história viesse a ter o desfecho que veio a ter.

Esse senhor Belga, mais tarde contacta Artur Oliveira e diz que está a chegar a Portugal e traz numa pequena caixa de alumínio um pombo que lhe foi aconselhado pela Real Federação Belga a comprar a um amador de confiança e quer entregar-lhe o mesmo em mão.

Essa caixinha ainda está guardada no seu pombal,  traz-lhe enormes e boas recordações.

 

 

 

 

 

Decorria o ano de 1983 quando saiu da célebre caixinha, vindo da Bélgica, um lindo exemplar de Pombo.

Acabou por não ser uma oferta, como Artur Oliveira pensava, pagou em moeda Portuguesa 5000 escudos, uma pequena fortuna na altura, mas quando o tirou da caixa era um pedrado de guia branca lindíssimo, a sua entrada no Pombal também foi determinante, foi acasalado com uma meia-irmã da negra, que era a mãe dos “Irmãos Castros”, que eram dois irmãos de ninho, os quais chegaram a fazer 1º e 2º várias vezes, chegavam quase sempre juntos, e ficaram assim batizados porque foi mesmo na altura que os irmãos gémeos Castro andavam a dar cartas no atletismo.

Mas voltamos ao pedrado de guia branca, o Belga, foi acasalado com uma meia-irmã da negra e tirou 4 borrachos, um foi oferecido ao Grilo e ficaram 3 no pombal, estes pombos começaram a ser conhecidos por “Submarinos”, porque os borrachos quando tomavam banho punham-se completamente debaixo de água e não queriam sair.

Num concurso são encestados os 4 borrachos, os 3 do seu pombal e o do Grilo, chovia a “cântaros”, nessa prova marcara bem os 4 irmãos. Foram bons voadores, mas a melhor submarina foi uma fêmea nascida em 1984.

 

Apenas 12 ninhos tinha o seu pombal de reprodução, ainda são os ninhos do pombal antigo, que têm cerca de 40 anos!

 

 

Nasceram 4 pombos Olímpicos na reprodução de Artur Oliveira.

O primeiro foi a “Pescadora”, em 1992 era filha de um macho vermelho irmão da negra, também ele filho do vermelho das Caldas e de uma filha do casal velho de 1967, cruzado com uma “submarina”, ou seja os pais eram primos.

O segundo Pombo a representar Portugal em 1995 na Holanda, foi um neto do vermelho das Caldas. O vermelho das Caldas os últimos filhos que tirou foi em 1991, e nessa altura ao ir ao pombal do Moita, gostou muito dum borracho que lá estava, um Belga do Xico de 1988 que lhe foi oferecido pelo amigo, esse macho foi cruzado à negra velha, saiam todos negros, o macho que vai às Olimpíadas, é o “Castro” filho dele com a negra.

O terceiro pombo Olímpico foi a “Salsicha”, é filha do irmão do 2º pombo Olímpico, o “Castro”, acasalado com uma fêmea azul de porte pequeno dos “Submarinos”, esta pomba teve outras duas grandes irmãs a 499 e a 500, no mesmo ano uma foi campeã de velocidade e a outra campeã de fundo, mas a irmã foi realmente uma crack, até um primeiro distrital de La Muela (750 kms) ela ganhou.

O quarto pombo olímpico foi a “Joia d´Ouro”, também ela de sangue “Castro”, dois filhos do pombo do Domingos Manuel cruzado com a Azul de guia branca, acasalados entre si, deram uma fêmea em consanguinidade que foi acasalada a um macho do Amigo Moita, de raça “Belga do Xico”.

 

 

Muito deste sangue, apesar de já diluído, ainda corre nas veias dos pombos que Artur Oliveira possuiu ate hoje.

A titulo de exemplo alguns dos últimos anilhas de ouro, e estamos falar de campanhas muito recentes, ainda são netos da “Salsicha” de 1994, netos dos “submarinos”, ou seja para alem dos “belgas do Xico” do Moita, e de um pombo Imbrecht, quase nenhuma linhagem entrou dentro destes pombos, podemos dizer com total segurança que estamos a falar de uma linhagem própria, se há alguém que se pode orgulhar de dizer que construiu uma linha de pombos própria, esse alguém era Artur Oliveira, ao qual o próprio numa entrevista ao jornal Mundo Columbófilo apelidou a sua raça de Campeões de os “Saloios de Sacavém”.

E sem dúvida que podemos afirmar que estas suas linhagens fazem parte da historia da Columbofilia de Lisboa e do Portugal.

Logo no seu  primeiro pombal  foi campeão distrital em 1981 e 82, na altura em que as classificações ainda eram feitas pelas médias, não era por pontos, e no mesmo pombal foi também campeão em 1985, toda a década de 70 e 80 esteve sempre no topo.

Muitos prémios de relevo foram alcançados, por exemplo o troféu Leite da Silva, era um prémio em memória de um funcionário que trabalhava na antiga Comissão de Lisboa e que muito deu à columbofilia Lisboeta, para este campeonato, contavam todas as provas de meio-fundo realizadas em Espanha. 

Vencedor de inúmeros campeonatos em Sacavém, anilhas de ouro prata e bronze, Pombos Campeões Nacionais e Vice-Campeões Olímpicos, uma vida cheia de sucesso desportivo.

 

 

 

 

Como dirigente foi e é um exemplo para todos nós.

Começou logo na altura em que entregava os pombos do seu amigo Teodoro para concurso. Começou a mostrar interesse na organização das tarefas do quotidiano dentro da coletividade e os mais velhos começaram logo a ensinar-lhe a ele e ao sócio de vários anos, o “outro“ Oliveira, com quem formou a dupla Oliveira & Oliveira durante muitos anos, a mexerem nos relógios e na papelada, só não punham o nome nas listas porque não tinham 18 anos, mas já desempenhavam as várias funções da Coletividade de Sacavém.

 

                                                                                                                     

 

Entretanto com a vinda do serviço militar, vem para presidente da coletividade de Sacavém, onde esteve muitos anos, começou desde essa altura a ir às Assembleias Gerais da Comissão de Lisboa, até que em 1984 o seu Amigo Morais, que também acompanhava assiduamente a vida columbófila Lisboeta, foi ter com o Artur, conversaram e foram juntos para os órgãos sociais da antiga Comissão.

Acompanham toda essa direção eleitos no Conselho Fiscal, começaram a conhecer como funcionavam as coisas e entretanto sentiram que podiam fazer mais e melhor do que os elementos que estavam na então direção e propõem-se a eleições.

Em 1985 ganharam as eleições, tinham um grupo no qual, muitos dos elementos trabalhavam, era um grupo forte, ao ponto de conseguirem adquirir 3 galeras que passados 35 anos ainda são essas que circulam no distrito de Lisboa, e muito fizeram para a dinamização e modernização dentro do distrito de Lisboa.

Em 1990 acabou o seu papel na direção do Distrito, nunca os Lisboetas podem esquecer, o seu contributo e da sua equipa diretiva na época, com a passagem da Comissão de Lisboa em 1985 para a atual ACDLisboa, e restante trabalho que ainda hoje colhe frutos, esta equipa é por exemplo os “Pais” das concentrações de recolhas de pombos em Portugal entre muitas outras ideias que ainda hoje prevalecem.

 

 

 

 

No ano de 1990, coincidindo com a sua saída do dirigismo distrital, onde chegou também a ser presidente da Assembleia Geral da ACDLisboa, dedicou-se à reconstrução da coletividade de Sacavém, descascou todas as paredes e fez quase tudo de raiz, com apenas 3000 contos que a coletividade tinha, foi uma grande ginástica financeira para conseguir concluir toda a obra.

Nesta altura também se inovou bastante, por exemplo Artur Oliveira iniciou com os leilões de colónias nas coletividades, criou o pagamento à cabeça de toda a campanha, acabou com a inscrição de pombos à prova, passou a ser estabelecido o número de pombos a enviar logo no início da campanha etc.

 

 

 

 

 

Obrigado Amigo Artur Oliveira, a Columbofilia agradece teres “aberto o Livro” e teres escrito uma bonita e marcante história de Dedicação e Amor durante os últimos 60 anos…

 

A Associação Columbófila do Distrito de Lisboa não podia deixar de prestar uma justa homenagem a Artur Oliveira.

 

À sua Querida Esposa Ana, à sua Filha Vania e à sua Neta Carolina e à restante familia enlutada deixamos os nossos profundos sentimentos.

 

Descansa em paz Amigo ... fica a promessa que o teu legado jamais será esquecido ... até sempre. 

 

Os Órgãos Sociais da Associação Columbófila do Distrito de Lisboa 2017/2022

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMUNICADO

 

LISBOA, 13 DE SETEMBRO DE 2022

Para divulgação junto das Coletividades e Secções Columbófilas do Distrito de Lisboa e demais Associados

ASSUNTO: ADIAMANETO DA GALA DOS CAMPEÕES 2022 e EXPOSIÇÃO DISTRITAL DE SPORT 2022

 

Os atuais Órgãos Sociais da ACDLisboa têm feito todos os esforços desde novembro de 2017 para que a Columbofilia Lisboeta esteja num patamar de excelência, patamar de excelência este que, também desejamos ter no momento de parabenizar os meritórios vencedores e de homenagear algumas personalidades cujo seu percurso desportivo e/ou diretivo têm sido exemplares.

Mas nós diretores da ACDLisboa sozinhos não conseguimos “abraçar a mundo”, enquanto diretores tentamos fazer a nossa parte, a parte que nos foi confiada pelos Columbófilos e Coletividades Lisboetas quando nos elegeram, para enquanto Diretores dinamizarmos desportivamente, financeiramente e socialmente a Columbofilia Lisboeta, e nesse sentido temos vindo ao longo das ultimas Galas, elevando o nível das mesmas, quer no espaço onde se tem vindo a realizar as Galas, quer nos prémios, quer na qualidade da refeição servida, quer no profissionalismo com que a própria Gala tem vindo a ser apresentada e gerida, quer no próprio espetáculo musical e/ou dança que tem intervalado a entrega dos prémios.

No entanto, de nada valerá as nossas ideias, o nosso dinamismo, o nosso esforço, o investimento financeiro feito pela ACDLisboa e os compromissos assumidos pela ACDLisboa, mas também os compromissos que nós diretores assumimos pessoalmente, se os Columbófilos Lisboetas não se inscreverem e não aderirem a um momento de Columbofilia completamente diferenciado dos demais.

É demasiado triste, que os Columbófilos de Lisboa não se inscrevam na Gala dos Campeões de Lisboa e não tenham a honestidade intelectual de saber valorizar aqueles que foram efetivamente melhores durante a época desportiva e que por esse simples motivo, são os meritórios vencedores dos diversos prémios Distritais da ACDLisboa, prémios esses que são recebidos numa Gala de Columbofilia e num espaço de convívio Columbófilo diferenciado dos demais, e ao invés disso prefiram antes visitar “n” leilões de Coletividades, leilões esses com entregas de prémios dessas Coletividades, situados a dezenas ou centenas de quilómetros de suas casas, gastando 20€ ou 30€ só nos custos de deslocação e adquirindo talvez por outros 30€ um borracho de valor desportivo dúbio, em vez de gastarem apenas 15€ numa Gala no Salão Preto e Prata no Casino Estoril, a assistirem a um bom espetáculo musical, a tomarem uma refeição de elevada qualidade e a parabenizar aqueles que os venceram com mérito…

Enfim… esta é a cultura Columbófila que temos, provavelmente acoplada à cultura pessoal dos Columbófilos e portanto por muito que tentamos muda-la, sozinhos, não iremos conseguir, sem primeiramente os próprios Columbófilos quererem mudar.

Tudo isto para dizer, que dado ao número reduzido de inscrições para a Gala dos Campeões da ACDLisboa agendada para 18 de Setembro de 2022, lamentavelmente a mesma não poderá se realizar no local que havia sido reservado pela ACDLisboa.

Após ter conhecimento dos números das inscrições no final da passada 5ª feira dia 8 de setembro, a ACDLisboa comunicou logo no dia seguinte, 6ª feira, com o Casino Estoril e coma sua Empresa de Catering, sobre as possibilidades existentes com os números que tínhamos inscritos. Durante o dia de ontem reunimos novamente e ficou decidido que o evento não poderá ser realizado no local que havia sido reservado pela ACDLisboa.

No final do dia de ontem e durante o dia de hoje, a ACDLisboa procurou reagendar a Gala para um local que pudesse receber a mesma, tão breve quanto possível.

Desde 2017 que a ACDLisboa tem também comparticipado no custo das refeições da Gala aos Columbofilos e seus Familiares, com o objetivo de a dinamizar o mais possível, e para que a Gala tenha um número mais elevado de pessoas neste convívio, onde parabenizamos os vencedores com respeito pelos vencidos, recordamos que:

 

Em 2017, 2018 e 2019 a ACDLisboa ofertou a refeição a todas as Senhoras e Crianças que acompanhassem os Columbófilos;

Em 2020 por questões pandémicas não houve entrega de prémios;

Em 2021 custeamos toda a enorme logística do Salão Preto e Prata do Casino Estoril, e ofertamos 1 almoço e 1 lanche e 50% do 2º almoço e do 2º lanche a todos os Columbófilos premiados;

Em 2022 para continuar no mesmo patamar de excelência, do ponto de vista do Local e do Espetáculo, voltamos a propor custear toda a logística do Salão Preto e Prata do Casino Estoril, e a ACDLisboa cobrava apenas 15€ por pessoa com lanche incluído, suportando ainda a ACDLisboa a diferença do verdadeiro preço do lanche;

Mesmo assim, passados 5 anos de investimento num evento de elevada qualidade, a resposta dos Columbófilos é a já conhecida!

 

Desta forma comunicamos que o almoço da Gala dos Campeões da ACDLisboa 2022, será realizado no domingo dia 16 de outubro de 2022 no Hotel Vip Santa Iria.

A ACDLisboa faz questão que os Columbófilos Premiados tenham uma festa digna e sejam devidamente respeitados e aplaudidos por uma sala minimamente composta, e por isso iremos continuara a investir, oferecendo a cada Equipa Premiada com Faixas, Anilhas e Prémios Figurativos a receber, 2 (dois) almoços para a Gala dos Campeões no domingo dia 16 de outubro de 2022 no Hotel Vip Santa Iria, todas as restantes pessoas inscritas terão o custo de 25€ para poder aceder à Gala e à refeição.

Todos os Columbófilos, premiados ou não, e que desejem estar presentes na Gala terão de reservar o(s) seu(s) lugar(es) na Gala dos Campeões com o Secretário da Direção Sr. Rui Grilo até dia 2 de outubro impreterivelmente, para os seguintes contactos:

Rui Grilo Tel: 934803363 

Email: direcaoacdl@gmail.com

Notas importantes:

Só receberá os seus prémios, os Columbófilos que se inscreverem para o almoço da Gala dos Campeões, a ACDLisboa não entregará prémios no Hotel a equipas que não participarem no almoço e na festa organizada pela ACDLisboa para esse efeito, esses Columbófilos terão de levantar os seus prémios na Sede da ACDLisboa, conforme exarado no Regulamento Distrital de Lisboa 2022.

Se o Columbófilo reservar lugar(es) na Gala e faltar, não participará nas próximas campanhas desportivas enquanto não saldar a sua divida com a ACDLisboa.

 

Ementa da Gala dos Campeões ACDLisboa:

 

Welcome drink:

» 1 Cálice de Vinho do Porto ou Vinho Branco, sumo de laranja para quem não bebe álcool e salgadinhos de bar (amendoins, batatas etc)

Almoço Buffet:

» Creme de legumes 

» Buffet de frios (saladas simples, saladas compostas, salada de atum, salada de cogumelos, espelho de carnes frias, espelho de salmão fumado)

» Prato de peixe – Bacalhau com Natas 

» Prato de carne – Lombo de porco recheado com linguiça 

» Agua, refrigerantes, vinho tinto, vinho branco, cerveja e café 

Início do serviço pelas 12h00 com o welcome drink na esplanada junto à piscina, o almoço é servido logo em seguida nas Salas Lezírias.

 

Exposição Distrital de Sport

Aproveitaremos o mesmo dia 16 de outubro de 2022 para convocar de acordo com o RDN, os melhores pombos Lisboetas das Classes Sport, que estarão devidamente expostos durante a mesma tarde da Gala dos Campeões, numa Sala do Hotel destinada à Exposição Distrital de Sport.

Oportunamente os Columbófilos proprietários dos referidos pombos receberão a devida convocatória de acordo com o RDN.

Se existir algum Columbófilo que tenha um pombo convocado e classificado nos 3 primeiros lugares de uma das Classes da Exposição Distrital de Sport e que não tenha prémios a receber da Campanha Desportiva 2022, a ACDLisboa ofertará igualmente 2 (dois) almoços para a Gala dos Campeões no domingo dia 16 de outubro de 2022 no Hotel Vip Santa Iria, uma vez que esse Columbófilo terá a receber o prémio relativo ao seu pombo que irá representar a Seleção da ACDLisboa na Exposição Nacional.  

Nota importante:

Para desfazer qualquer equívoco ou má interpretação por parte dos Columbófilos, de acordo com Regulamento Distrital da ACDLisboa 2022, no seu ponto 3 - Prémios do Campeonato Distrital, 3.1, 3.2, 3.3, e 3.4, as equipas em seguida referidas têm Faixas, Anilhas e Prémios Figurativos a receber relativamente à Campanha Desportiva 2022 e desta forma direito a 2 (dois) almoços por cada equipa premiada na Gala dos Campeões ACDLisboa 2022.

A oferta dos almoços não é acumulável consoante o número de prémios a receber, nem é transmissível a pessoas terceiras, para a equipa ter direito a oferta dos 2 (dois) almoços, pelo menos 1 (um) elemento da equipa premiada tem de estar presente na Gala.

Estão excluídos da oferta dos almoços da Gala os Columbófilos vencedores do Campeonato do Columbófilo dos Grupos, uma vez que os seus prémios não são físicos, mas sim monetariamente abatidos na campanha desportiva de 2023.

De acordo com o Regulamento Distrital 2022, as seguintes equipas têm Faixas, Anilhas e Prémios Figurativos a receber:

 

CAMPEOANTO DO COLUMBÓFILO

 

ZONA  A   -  GERAL

  PAULO, CÉSAR & MORAIS  

  FAMÍLIA COCHINHO  &  GOUVEIA

  RICARDO FEREIRA  &  PEDRO  PORTO

ZONA  A   -  VELOCIDADE

  GONÇALO  &  SANTIAGO

  OS  ASAS

  FAMÍLIA COCHINHO  &  GOUVEIA

ZONA  A   -  MEIO – FUNDO

  PAULO, CÉSAR & MORAIS  

  GONÇALO  &  SANTIAGO

  FAMÍLIA COCHINHO  &  GOUVEIA

ZONA  A - FUNDO

  RICARDO  FERREIRA  &  PEDRO  PORTO

  JOSÉ  LUÍS  F.  REBELO

  FAMÍLIA COCHINHO  &  GOUVEIA

ZONA  A - YEARLINGS

  GONÇALO  &  SANTIAGO

  RICARDO  FERREIRA & PEDRO PORTO / B

  JOSÉ LUÍS  REBELO

 

 

 

ZONA  B   -  GERAL

  ASAS  DO  ORIENTE / PEDRO

  JÚLIO  &  JUSTINO

  BUDA RACING TEAM ROGÉRIO / DINO

ZONA  B  -  VELOCIDADE

  ASAS  DO  ORIENTE / PEDRO

2º JÚLIO  &  JUSTINO

  VALENTIM  &  FERREIRA

ZONA  B   -  MEIO – FUNDO

  JÚLIO  &  JUSTINO

  VALENTIM  &  FERREIRA

3º ASAS DO OIENTE / PEDRO

ZONA  B   -  FUNDO

  BUDA RACING TEAM ROGÉRIO / DINO

  OS  TIRIRICA  DO  CEMITÉRIO

  PEDRO  MIGUEL SOUSA S. GARCIA

ZONA  B - YEARLINGS

  GRILO  &  GONÇALVES

  ASAS  DO  ORIENTE / PEDRO  -  B

  HELDER  SILVA  BIMBAS  RIBEIRO / B

 

 

 

 

 

ZONA  C  -  GERAL

  POMBAL  AZUL

  ODIVELAS  BRAS – SERAFIM & SEVERA

  POMBAL  SALVADOR & LUÍS REIS

ZONA  C  -  VELOCIDADE

  POMBAL  AZUL

  ODIVELAS  BRAS – SERAFIM & SEVERA

  MAURO RICARDO S. ANICETO

ZONA  C  -  MEIO – FUNDO

  POMBAL  AZUL

  ARAÚJOS  &  LINO

  ODIVELAS BRAS  - SERAFIM & SEVERA

ZONA  C  -  FUNDO

  TEAM  CARNAXIDE

  JOSÉ  CARLOS FRANCISCO LAPAS

  ASAS  DO  OESTE

ZONA  C - YEARLINGS

  NUNO  GABRIEL  SANTOS / B

  POMBAL AZUL / B

  CARLOS JORGE VENANCIO NEVES / B

 

 

DISTRITAL FUNDO

  RICARDO  FERREIRA  &  PEDRO  PORTO

  JOSÉ  LUÍS FERREIRA  REBELO

  BUDA  RACING  TEAM  ROGÉRIO / DINO

  FAMÍLIA  COCHINHO  &  GOUVEIA

  BRUNO  PEREIRA  & ZÉ  CATITA

 

DISTRITAL MARATONA

  PAULO  -  CÉSAR  &  MORAIS

  RICARDO  FERREIRA  &  PEDRO  PORTO

  JOSÉ  CARLOS  FRANCISCO  LAPAS

INTER-BLOCOS - GERAL

  ASAS DO ORIENTE / PEDRO

  AVELINOS, BARROSO & CAMOLAS

  PAULO, CÉSAR  &  MORAIS

INTER-BLOCOS - VELOCIDADE

  ASAS DO ORIENTE / PEDRO

  AVELINOS, BARROSO & CAMOLAS

  CARLOS & CARLOS

INTER-BLOCOS - MEIO-FUNDO

  PAULO, CÉSAR  &  MORAIS

  ANTONIO VITOR SILVA PATÃO

  ASAS DO ORIENTE/ PEDRO

INTER-BLOCOS - FUNDO

  RICARDO  FERREIRA  &  PEDRO  PORTO

  TEAM CARNAXIDE

  PEDRO  MIGUEL SOUSA S. GARCIA

INTER-BLOCOS - YEARLINGS

  GONÇALO & SANTIAGO

  GRILO  &  GONÇALVES

  ASAS DO ORIENTE / B

 

 

CAMPEOANTO DO POMBO ÀS

 

ZONA A - GERAL

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

1200048

2021

GONÇALO  &  SANTIAGO

280204

2020

PAULO – CÉSAR & MORAIS

8081988

2018

RICARDO FERREIRA & PEDRO PORTO

 

ZONA A - VELOCIDADE

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

1200048

2021

GONÇALO  &  SANTIAGO

246298

2020

MÁRIO REAL-J.MANUEL & FILHOS

240018

2020

PAULO, CÉSAR & MORAIS

 

ZONA A - MEIO – FUNDO

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

280204

2020

PAULO, CÉSAR & MORAIS

280173

2020

PAULO, CÉSAR & MORAIS

1200048

2021

GONÇALO  &  SANTIAGO

 

ZONA A - FUNDO

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

9054982

2019

JOSÉ  LUÍS F.  REBELO

9054205

2019

BRUNO PEREIRA & ZÉ CATITA

8081988

2018

RICARDO FERREIRA & PEDRO PORTO

 

ZONA  A - YEARLINGS

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

1183661

2021

JOSÉ  LUÍS FERREIRA  REBELO

1183809

2021

NUNO  FILIPE  M. PIRES  VAZ

1183412

2021

JOSÉ  LUÍS FERREIRA  REBELO

 

 

 

 

ZONA  B  -  GERAL

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

250395

2020

JÚLIO  &  JUSTINO

276822

2020

JOSÉ MARIA & TUTIPET

249962

2020

HELDER SILVA BIMBAS RIBEIRO

 

ZONA B - VELOCIDADE

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

251487

2020

JOSÉ  RAMOS &  RICARDO

288539

2020

VALENTIM &  FERREIRA

9097698

2019

ASAS DO ORIENTE / PEDRO

 

ZONA B - MEIO – FUNDO

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

344594

2020

JOÃO VENTURA & QUIM

249962

2020

HELDER SILVA BIMBAS RIBEIRO

9083478

2019

HELDER SILVA BIMBAS RIBEIRO

 

ZONA B - FUNDO

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

9072913

2019

PEDRO MIGUEL SOUSA GARCIA

271577

2020

BUDA RACING TEAM ROGÉRIO/DINO

270664

2020

BUDA RACING TEAM ROGÉRIO/DINO

 

ZONA  B - YEARLINGS

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

1177042

2021

ASAS  DO  ORIENTE PEDRO / B

1180032

2021

GRILO  &  GONÇALVES

1180039

2021

GRILO  &  GONÇALVES

 

 

 

 

ZONA  C -  GERAL

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

9151472

2019

ODIVELAS BRAS – SERAFIM & SEVERA

286833

2020

POMBAL SALVADOR & LUÍS  REIS

9061814

2019

POMBAL  AZUL

 

ZONA C – VELOCIDADE

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

285166

2020

POMBAL  AZUL

259746

2020

FRANCISCO BAIÃO MACHADO

9267568

2019

PEREIRA COM ALEGRIA & MESTRES

 

ZONA C - MEIO – FUNDO

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

286833

2020

POMBAL SALVADOR & LUÍS  REIS

9076926

2019

JOSÉ CARLOS FRANCISCO LAPAS

370016

2020

RUI  ROCHA  BARREIRA

 

ZONA C - FUNDO

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

380772

2020

JOÃO PEDRO S.DIAS SOARES

284741

2020

JOÃO  PAULO  PAREDES  SILVA

9053600

2019

JOSÉ  EMÍDIO  & SILVA

 

ZONA  C - YEARLINGS

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

1209462

2021

CARLOS JORGE VENÂNCIO NEVES / B

1206346

2021

SERGIO OLIVEIRA & FILHOS TEAM

1210155

2021

SANDRA MARGARIDA M . PLÁCIDO

 

 

DISTRITAL - FUNDO

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

271577

2020

BUDA RACING TEAM ROGÉRIO / DINO

9054205

2019

BRUNO  PEREIRA &    CATITA

9072913

2019

PEDRO MIGUEL SOUSA S. GARCIA

DISTRITAL - MARATONA

Nº POMBO

ANO

NOME PROPRIETARIO

8081988

2018

RICARDO FERREIRA  &  PEDRO  PORTO

270664

2020

BUDA RACING TEAM ROGÉRIO / DINO

261546

2020

MIGUEL ANGELO MARTINS FERREIRA

 

 

POMBOS CAMPEÕES DE GRUPOS

 

 

 

GRUPO 1 - GERAL

CAMPEÃO

1200048

2021

GONÇALO & SANTIAGO

GRUPO 1 - VELOCIDADE

CAMPEÃO

240018

2020

PAULO, CESAR & MORAIS

GRUPO 1 - MEIO-FUNDO

CAMPEÃO

280204

2020

PAULO, CESAR & MORAIS

GRUPO 1 - FUNDO

CAMPEÃO

9054982

2019

JOSÉ  LUÍS FERREIRA  REBELO

 

 

GRUPO 2 - GERAL

CAMPEÃO

248350

2020

FAMILIA COCHINHO & GOUVEIA

GRUPO 2 - VELOCIDADE

CAMPEÃO

246298

2020

MARIO REAL, J MANUEL & FILHOS

GRUPO 2 - MEIO-FUNDO

CAMPEÃO

247447

2020

MACHADO & AFONSO

GRUPO 2 - FUNDO

CAMPEÃO

248215

2020

SEABRAS COL

 

 

 

GRUPO 3 - GERAL

CAMPEÃO

508071

2020

FORTUNATO ALVARO O. LOULÉ

GRUPO 3 - VELOCIDADE

CAMPEÃO

250832

2020

CARLOS & CARLOS

GRUPO 3 - MEIO-FUNDO

CAMPEÃO

252330

2020

ARNALDO LEMOS GOUVEIA

GRUPO 3 - FUNDO

CAMPEÃO

9129249

2019

ANTONIO MANUEL P CORDEIRO

 

 

GRUPO 4 - GERAL

CAMPEÃO

264643

2020

JOÃO RODRIGUES & JOSÉ MIGUEL

GRUPO 4 - VELOCIDADE

CAMPEÃO

243772

2020

JOÃO MIGUEL M M ESPADINHA

GRUPO 4 - MEIO-FUNDO

CAMPEÃO

264643

2020

JOÃO RODRIGUES & JOSÉ MIGUEL

GRUPO 4 - FUNDO

CAMPEÃO

9066627

2019

OS AGUIAS DE LOURES

 

 

 

GRUPO 5 - GERAL

CAMPEÃO

250395

2020

JULIO & JUSTINO

GRUPO 5 - VELOCIDADE

CAMPEÃO

251487

2020

JOSE RAMOS & RICARDO

GRUPO 5 - MEIO-FUNDO

CAMPEÃO

344594

2020

JOÃO VENTURA & QUIM

GRUPO 5 - FUNDO

CAMPEÃO

271577

2020

BUGA RACING TEAM ROGERIO/DINO

 

 

GRUPO 6 - GERAL

CAMPEÃO

276822

2020

JOSÉ MARIA & TUTIPET

GRUPO 6 - VELOCIDADE

CAMPEÃO

9083928

2019

KIKAS TEAM

GRUPO 6 - MEIO-FUNDO

CAMPEÃO

249962

2020

HELDER SILVA BIMBAS RIBEIRO

GRUPO 6 - FUNDO

CAMPEÃO

9083566

2019

TORRES & QUIM

 

 

GRUPO 7 - GERAL

CAMPEÃO

9068757

2019

PEDRO AUGUSTO SILVA FERREIRA

GRUPO 7 - VELOCIDADE

CAMPEÃO

9097698

2019

ASAS DO ORIENTE / PEDRO

GRUPO 7 - MEIO-FUNDO

CAMPEÃO

269321

2020

HELDER RODRIGO SARAGOCA SANTOS

GRUPO 7 - FUNDO

CAMPEÃO

9095103

2019

JAIME MANUEL RODRIGUES LISBOA

 

 

 

GRUPO 8 - GERAL

CAMPEÃO

364996

2020

ANDRE FILIPE GUERREIRO TELES

GRUPO 8 - VELOCIDADE

CAMPEÃO

9079796

2019

JOSE LUIS & VALENTIM

GRUPO 8 - MEIO-FUNDO

CAMPEÃO

364996

2020

ANDRE FILIPE GUERREIRO TELES

GRUPO 8 - FUNDO

CAMPEÃO

9072913

2019

PEDRO MIGUEL SOUSA S GARCIA

 

 

GRUPO 9 - GERAL

CAMPEÃO

286833

2020

POMBAL SALVADOR & LUIS REIS

GRUPO 9 - VELOCIDADE

CAMPEÃO

8026412

2018

FONSECA FUROS & RUI ESTEVÃO

GRUPO 9 - MEIO-FUNDO

CAMPEÃO

9076926

2019

JOSE CARLOS FRANCISCO LAPAS

GRUPO 9 - FUNDO

CAMPEÃO

380772

2020

JOÃO PEDRO S DIAS SANTOS

 

 

 

GRUPO 10 - GERAL

CAMPEÃO

279000

2020

ARAUJOS & LINO

GRUPO 10 - VELOCIDADE

CAMPEÃO

285166

2020

POMBAL AZUL

GRUPO 10 - MEIO-FUNDO

CAMPEÃO

279000

2020

ARAUJOS & LINO

GRUPO 10 - FUNDO

CAMPEÃO

274272

2020

ODIVELAS BRAS SERAFIM SEVERA

 

GRUPO 11 - GERAL

CAMPEÃO

259746

2020

FRANCISCO BAIA MACHADO

GRUPO 11 - VELOCIDADE

CAMPEÃO

259746

2020

FRANCISCO BAIA MACHADO

GRUPO 11 - MEIO-FUNDO

CAMPEÃO

370016

2020

RUI ROCHA BARREIRA

GRUPO 11 - FUNDO

CAMPEÃO

200646

2020

BRUNO GUERRA

 

 

PRÉMIOS DIA DA ACDLISBOA

 

ZONA A - BLOCO 1 - PROVA RETAMAR

Nº POMBO

ANO

PROPRIETARIO

9054257

2019

BRUNO PEREIRA & ZÉ  CATITA

1172668

2021

RICARDO FERREIRA & PEDRO PORTO / B

241657

2020

RICARDO FERREIRA & PEDRO PORTO

ZONA A - BLOCO 2 - PROVA RETAMAR

Nº POMBO

ANO

PROPRIETARIO

9070552

2019

JOÃO RODRIGUES  &  JOSÉ  MIGUEL

264650

2020

JOÃO RODRIGUES  &  JOSÉ  MIGUEL

242409

2020

JOÃO  MANUEL  NUNES  CABRAL

 

 

 

ZONA B - BLOCO 3 - PROVA CANIZAL

Nº POMBO

ANO

PROPRIETARIO

250393

2020

JÚLIO  &  JUSTINO

271031

2020

GARCIA  &  MONTEIRO

271053

2020

GARCIA  &  MONTEIRO

ZONA B - BLOCO 4 - PROVA CANIZAL

Nº POMBO

ANO

PROPRIETARIO

268411

2020

QUEIJADAS  DE  BELÉM

279928

2020

JOSÉ  CARLOS  PINTO

267552

2020

ASAS  DO  ORIENTE /  PEDRO

ZONA C - BLOCO 5 - PROVA MAQUEDA

Nº POMBO

ANO

PROPRIETARIO

254288

2020

DINA CLARA B. MELO DUARTE

9052699

2019

LUÍS  ALBERTO FILIPE  SANTOS

252614

2020

DINA CLARA B. MELO DUARTE

 

ZONA C - BLOCO 6 - PROVA MAQUEDA

Nº POMBO

ANO

PROPRIETARIO

259020

2020

AVELINOS  -  BARROSO  &  CAMOLAS

258921

2020

AVELINOS  -  BARROSO  &  CAMOLAS

9097521

2019

AVELINOS  -  BARROSO  &  CAMOLAS

 

 

 

 

 

Todos os Columbófilos, premiados ou não, terão de reservar o(s) seu(s) lugar(es) na Gala dos Campeões com o Secretário da Direção Sr. Rui Grilo até dia 2 de outubro impreterivelmente, para os seguintes contactos:

Rui Grilo Tel: 934803363 

Email: direcaoacdl@gmail.com

 

 

 

 

Saudações Columbófilas

 

A Direção e o Conselho Desportivo da Associação Columbófila do Distrito de Lisboa

Nif: 501710329

Sede: Rua da Escola Primária, Edifício da antiga Escola EB1, 2665-312 Jerumelo

Site: www.acdlisboa.columbofilia.net

Email: direcaoacdl@gmail.com

A Associação Columbófila do Distrito de Lisboa foi declarada Pessoa Coletiva de Utilidade Pública, nos termos do Decreto-Lei n.º 460/77, de 7 de Novembro, com a redação dada pelo Decreto-Lei n.º 391/2007, de 13 de Dezembro, pelo Despacho n.º 9356/2010, publicado no Diário da República, 2ª Série – Nº 107 – 2 de Junho de 2010.

 


 

 

 

 

Visitas: